Após processar a Globo, Bibi Perigosa diz não guardar mágoa da autora Glória Perez

por Folhapress

Após processar a Globo, Bibi Perigosa diz não guardar mágoa da autora Glória Perez

Foto: Reprodução / Instagram

Fabiana Escobar, cuja biografia inspirou a trama principal da novela “A Força do Querer”, exibida pela Globo em 2017, diz que o processo que move contra a emissora não envolve sentimentos, e sim negócios. Ela inspirou a personagem Bibi Perigosa, vivida na trama por Juliana Paes. Fabiana alega que não recebeu o dinheiro referente à venda da novela para outros países, como estava previsto em contrato com a Globo. Apesar do processo, ela ressalta que não guarda mágoas da autora da novela, Glória Perez.

“Por ela tenho amor e gratidão eternos. Nada e nem ninguém pode mudar isso […] Para mim, a novela foi perfeita. Foi feita da melhor forma. Mas ficou esse rastro aí de terem esquecido meu contratinho na gaveta”. Escobar afirma que soube através da internet que a novela havia sido vendida para o exterior e que entrou em contato com a Globo pleiteando a sua parte. Segundo ela, não houve retorno.

“Fiz contato e ninguém me respondeu. Então agi através de um processo. Não é uma questão de rivalidade. Não estou brigando e nem com raiva. Mas teve esse erro aí. Alguém esqueceu do meu contrato”. Claudia Queiroz, advogada de Escobar, diz que sua cliente firmou um contrato de direitos autorais com a Rede Globo em que receberia 2% de cada venda da novela para o exterior.

“O contrato estabelece que se uma das partes não cumprir esta cláusula, abre-se margem para uma resolução contratual. Como a Fabiana foi lesada referente a isso, pedimos dano moral, dano material, lucros cessantes e resolução contratual”, afirma. O departamento de comunicação da Globo não dá detalhes sobre o contrato com Escobar e diz que desconhece o processo.

O processo corre na 43ª Vara Cível do Rio de Janeiro. Segundo Queiroz, a emissora já deveria ter sido citada, mas o processo está parado por conta da alta demanda do judiciário.

SEM EMPREGO

Segundo a advogada Claudia Queiroz, a fonte de renda que sustenta Fabiana Escobar atualmente são os direitos autorais que ela vendeu para a Globo.

“Com a exposição da novela, não posso trabalhar em qualquer lugar. Imagina eu numa loja e de repente entra gente, me reconhece e começa a assediar. Vou parar o estabelecimento dos outros para tirar foto e ficar contando história de livro. Logicamente eu seria mandada embora,” afirma Escobar. “E como vou sustentar a mim e a minha família com essa limitação?”

O livro “Perigosa” foi lançado em 2012 e relançado no ano passado, após a exibição da novela, como “Perigosa – A História de Bibi Perigosa que Inspirou o personagem de Juliana Paes na Novela a Força do Querer” (Ed. Novo Século, 256 págs, R$ 22,90).

O contrato com a Globo veio em 2013 e ela afirma ter recebido o pagamento referente à exibição da novela no Brasil. “Agora estou seguindo, mesmo com todas as dificuldades. Foi tão bonita a explosão da novela, para no fim acontecer uma coisa desagradável dessa. E não estamos falando de uma pessoa que não tem dinheiro para pagar. Mancharam essa história por causa de dinheiro. Não quero nada de ninguém. Só quero o que é meu.” *Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *