Após tropeço na estreia, Brasil pega a Costa Rica de olho no primeiro triunfo




Buscando se recuperar após empatar em 1 a 1 com a Suíça no último domingo, a Seleção Brasileira encara a Costa Rica, nesta sexta-feira (22), às 9h (de Brasília), em São Petersburgo, pela 2ª rodada do Grupo E da Copa do Mundo.

O técnico Tite sabe que o confronto contra os costarriquenhos ganhou ares de decisão após o tropeço na estreia e reconhece a necessidade de ajustes. Porém, não significa que a receita seja vencer a qualquer custo.

“Os jogos entram com caráter decisivo, em função do empate do primeiro jogo. Temos consciência disso. Para tornar o jogo defensivo como foi o anterior, e ofensivo com efetividade maior”, afirmou o comandante.

“Em todos os jogos temos que ter uma boa atuação e vencer. Este jogo também. Ajustes! Ser efetivo. Transforma as oportunidades em gol, e ela te dá essa condição. Continua proporcionando muito poucas oportunidades ao adversário. “Ah, mas a Suíça fez um gol”. Analisa o contexto todo, quantas criou, quantas finalizou”, concluiu.

Tite também confirmou que Thiago Silva será o capitão do time. O zagueiro, que ficou marcado na Copa de 2014 por não exercer o papel de líder, e ter chorado no hino e na disputa de pênaltis contra o Chile, se disse tranquilo com a nova oportunidade.

“Fico bastante tranquilo com relação a isso (ser capitão novamente). É dar o máximo para a seleção brasileira, independentemente de estar com a braçadeira ou não. A gente consegue dividir essa responsabilidade dentro de campo. Temos características diferentes, mas estamos muito bem servidos, desde que seja decidido pelo homem”, comentou.

A seleção sofreu uma baixa de última hora. O lateral Danilo sentiu dores musculares na região do quadril direito e foi vetado para a partida. A comissão técnica já anunciou que Fagner começará de titular.

O adversário canarinho, que estreou com derrota por 1 a 0 para a Sérvia, também precisa vencer a todo custo. O treinador da equipe, Oscar Ramírez, apostou na bola parada para surpreender os brasileiros.

“A bola parada pode ser uma arma. Eles também têm que buscar o resultado, e podem se desequilibrar, nos dar algumas chances. Gostaria de buscar essa possibilidade de poder ganhar”, analisou.

FICHA TÉCNICA
Brasil x Costa Rica
Copa do Mundo – 2ª rodada (Grupo E)

Local: São Petersburgo (Rússia)
Data: 22 de junho de 2018, domingo
Horário: 09 horas (de Brasília)
Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Sander Van Roekel e Erwin Zeinstra (ambos da Holanda)

Brasil: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Willian, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Costa Rica: Navas; Gamboa, Acosta, Giancarlo González, Óscar Duarte e Calvo; Guzmán, Celso Borges, Venegas, Bryan Ruíz; Ureña. Técnico: Oscar Ramírez *Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *