Balotelli sobre racismo: ‘Teria menos problemas se fosse branco’

Foto: DR

O italiano Mario Balotelli foi o entrevistado da semana da revista francesa So Foot. Atualmente no Nice, o atacante falou, entre outros assuntos, sobre o racismo no continente europeu: “Nasci e fui criado em Itália, mas as leis só me permitiram adquirir a nacionalidade aos 18 anos. Isto está errado. O país em si não é racista mas há muitas pessoas que são e a mudança está nas mãos de todos. Se eu fosse branco, teria passado por menos problemas. Se fui eu que criei muitos deles? Claro que sim, mas teria sido desculpado muito mais rapidamente, não tenho dúvidas”, disse Balo. Um dos artilheiros do time na temporada, Balotelli já marcou 22 vezes em 32 jogos e vive uma das melhores fases da carreira, mesmo afastado da seleção. Ele está com 27 anos e fica no clube do sul da França pelo menos até o fim da temporada. (Noticais ao Minuto)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *