Estudantes de Jornalismo buscam apoio para representar a Bahia em congresso nacional

Quatro trabalhos de estudantes e recém-formados em Jornalismo da região do Vale do São Francisco foram premiados na etapa nordestina do Expocom, premiação que reconhece os melhores trabalhos produzidos por estudantes do país, sendo selecionados para concorrer o prêmio nacional. No entanto, três deles correm o risco de não serem apresentados, pois os estudantes estão enfrentando problemas para custear o deslocamento até o Intercom Nacional, congresso no qual irá ocorrer a premiação, entre os dias 2 e 8 de setembro, em Joinville (SC).

 

Os trabalhos foram produzidos no curso de Jornalismo em Multimeios do Campus Juazeiro da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). A estudante Jayanne Rodrigues e os recém-formados João Pedro Ramalho e Cora Macedo buscaram, inicialmente, o apoio da Uneb para a garantia das passagens, no entanto, a Universidade alegou falta de recurso, devido aos cortes orçamentários feitos pelo governo estadual.

 

Diante da dificuldade, os estudantes decidiram mobilizar a comunidade do Vale do São Francisco para contribuir com a ida ao Congresso possível através da compra das passagens aéreas. A meta é alcançar aproximadamente R$ 3.500,00. A graduanda em Jornalismo e os dois recém-formados no curso também estão abertos para contribuições de outras naturezas por parte das pessoas interessadas em ajudar, mas que não possam colaborar financeiramente.

 

Um dos trabalhos que concorrerá ao prêmio nacional do Expocom tem o nome “Vazio das Águas: vidas submersas, identidades forjadas”, de João Pedro Ramalho. A produção aborda os efeitos da construção da Barragem de Sobradinho-BA sobre os moradores de uma comunidade no interior de Sento-Sé-BA e já foi laureada mais de uma vez em 2018. Além de ser considerado o melhor do Intercom Nordeste na modalidade “Jornalismo Literário e/ou de Opinião”, “Vazio das Águas” foi um dos sete Trabalhos de Conclusão de Curso de todo o país premiados com a seleção para o 13º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, que foi realizado em São Paulo no mês de junho.

 

Jayanne Rodrigues irá concorrer na modalidade “Reportagem em Radiojornalismo”, com o trabalho “Mulher da vida: é preciso falar”, a radiorreportagem retrata a situação de mulheres em situação de prostituição no município de Juazeiro, a fim de promover o debate sobre a violência sofrida pela mulher prostituta. Por fim, a série de reportagens televisivas “Na rota do sisal: a fibra do sertão”, de Cora Macedo, trata da cultura do sisal no interior da Bahia, desde a plantação até a comercialização, e irá buscar o prêmio nacional na modalidade “Produção laboratorial em videojornalismo e telejornalismo”.

As pessoas interessadas em contribuir podem entrar em contato através dos e-mails joaopramalhom@gmail.com e jayyrodrigues21@gmail.com e dos telefones (74) 98805-8297, (74) 99108-1536 e (87) 98841-1974. Os interessados também poderão fazer uma transferência bancária através das contas abaixo.
Caixa econômica
Titular: Jayanne Rodrigues Sousa
Agência: 3443
Operação: 013
Conta-poupança: 00005455-0
Banco do Brasil
Titular: Thiago Elias Santos Silva
Agência: 228-3
Conta-poupança: 38654-5
Variação: 51

*Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *