Hildécio Meireles reforça pedido de Companhias Independentes de Polícia em Camamu e Ituberá






Em meio a elevação dos índices de violência  na região do Baixo Sul, com elevação, inclusive de sequestros – nas últimas horas o fundador das lojas Guaibim e ex-prefeito da cidade de Valença, Ramiro Campelo foi a nova vítima – , o deputado estadual, Hildécio Meireles (PMDB) reforça ao Governo do Estado pedido de instalações de Companhias Independentes de Polícia nas cidades de Camamu e  Ituberá. Segundo ele, antevendo esse cenário, desde de 2015, conforme a indicação de número 21.354/15 (Ituberá) e ainda a 22.070/17 (Camamu), vem lutando contra a insegurança na região, que só aumenta.

“As crescentes ocorrências policiais demonstram o quão grave está o risco que corre todo cidadão. Cabe, desta forma, aos gestores e toda a classe política buscar soluções que ao menos minimize os problemas vividos pela coletividade ou venham a diminuir as suas consequências. E a instalação dessas companhias visa tornar mais eficaz o trabalho da Polícia Militar na região para uma melhor organização tática e aumento do efetivo policial”, justificou, relembrando ainda que além da elevação dos assaltos e assassinatos, outros dois sequestros também foram registramos, o de um cigano e de a proprietária de rede de farmácias.

Hildécio Meireles destaca ainda que a região do Baixo Sul da Bahia reúne uma população de mais de 400 mil habitantes e reúne 14 municípios que contam, apenas, com duas Companhias Independentes de Polícia Militar, sendo que a Cia Independente de Gandu atende a diversos municípios de outros territórios de identidade. “Sem falar que, entre Camamu Gandu existem municípios de grande contingente populacional, que estão desguarnecidos de policiamento, o que deixa a população a contar com a sorte”.  *Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *