Juiz encontra falhas na fiscalização da prisão domiciliar de Lúcio Funaro




 Juiz encontra falhas na fiscalização da prisão domiciliar de Lúcio FunaroO juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, verificou a existência de falhas no monitoramento da prisão domiciliar do doleiro Lúcio Funaro. De acordo com informações do jornal O Globo, o relatório para comprovar a eficácia do sistema foi apresentado pela defesa de Funaro a pedido da 10ª Vara Federal. “Do cotejo das informações e da mídia apresentada pela defesa de Lúcio Bolonha Funaro, constato que a imagem utilizada para mapear a distribuição das câmeras (“Doc. 02”) não abrange a totalidade da área ocupada pela propriedade onde se encontra cumprindo prisão domiciliar; e que os vídeos contidos no “Doc. 01” não puderam ser visualizados”, escreveu Ricardo Leite, que é juiz substituto na 10ª Vara Federal. Funaro conseguiu a transferência para a prisão domiciliar em dezembro. Como a Polícia Federal não tinha tornozeleiras eletrônicas para realizar o monitoramento, o juiz Vallisney Oliveira, titular da 10ª Vara, aceitou que o fiscalização fosse feita com um sistema de câmeras. A casa de Funaro, onde ele está detido, fica localizada na cidade de Vargem Grande do Sul, em São Paulo. Ainda segundo o jornal O Globo, Leite pediu para a defesa do doleiro mostrar um mapa com a cobertura das câmeras que abranja toda a propriedade. *BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *