Mancini veta abraço entre jogadores rivais antes de próximo Ba-Vi

Lembra do abraço entre atletas tricolores e rubro-negros antes do clássico Ba-Vi, que foi marcado por confusão e briga generalizada? Segundo o técnico Vagner Mancini, a imagem, que fez alusão ao Ba-Vi da paz, não vai mais acontecer.  O treinador rubro-negro afirma que vai orientar os jogadores do Vitória a respeito. “Eu vou cobrar isso dos meus atletas no próximo Ba-Vi. Eu não quero saber do meu atleta abraçado com ninguém antes do jogo. Eu quero que tenha postura de atleta dentro de jogo, que ele jogue futebol, pois temos que dar uma resposta a todo mundo que estava no estádio e a todo mundo que acompanhou. Sou totalmente contra aquilo que foi visto e vou cobrar dos meus atletas.  Agora, espero que ninguém venha me chamar para abraçar ninguém. Abraçar e depois sair na porrada não é o que todo mundo quer”, disse em entrevista à rádio Metrópole. Mancini, que abraçou o técnico Guto Ferreira antes da bola rolar no clássico,  avisou que não voltará atrás na sua decisão. “Já dei esse recado ao grupo e já passei para eles. Se o árbitro vier, ou alguém da federação, do governo, ou da Nasa pedir para que meus atletas se perfilem no centro do campo, eu não vou permitir. Eles vão cantar o hino e vão entrar para jogar futebol. Ali ninguém tem que fazer imagem para ninguém. Estamos ali para jogar futebol . Nós somos profissionais e devemos isso ao público, à imprensa e a todo mundo que gosta e quer ver o futebol”, completou. No momento, o próximo Ba-Vi do ano será pelo Campeonato Brasileiro, mas a classificação da dupla às fases seguintes do Baiano e da Copa do Nordeste pode antecipar o reencontro.(Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *