O Bahia preferia perder do que sair covardemente’, dispara Bellintani

O técnico do Bahia, Guto Ferreira, lamentou o encerramento antes do tempo regulamentar do clássico Ba-Vi deste domingo (18). A partida foi disputada no estádio do Barradão, e valeu pela sexta rodada do Campeonato Baiano. O jogo terminou aos 34 minutos do segundo tempo, após o árbitro expulsar cinco jogadores do Vitória. O placar marcava o empate de 1 a 1. “Infelizmente foi um triunfo do Bahia que não tem aquele gostinho, porque dentro de campo não foi possível terminar da maneira que teria que terminar. Mas não cabe a nós julgar e tomar decisões por eles”, afirmou. “Na minha carreira é inédito acabar dessa maneira. Mas eu não estou aqui para julgar ninguém”, completou. A confusão começou após o gol de empate marcado por Vinícius. O atleta do Tricolor provocou o adversário na comemoração. E o goleiro Fernando Miguel partiu para cima do jogador. “Eu acho que um erro não justifica o outro. Ele pode ter se passado, mas caberia à arbitragem e a vocês da imprensa tecer qualquer tipo de crítica e análise sobre ele no final da partida e não [tirar] satisfação da maneira que foi por parte dos jogadores. Ele simplesmente comemorou, como eles comemoraram com dancinha quando fizeram o gol. Então não podemos mais comemorar. Quem se desequilibrou foram eles, em defesa, nós também nos desequilibramos na sequência”, disse Guto. Segundo o comandante, o Esquadrão de Aço saiu prejudicado nas primeiras expulsões. “Quem foi prejudicado mais, em número, fomos nós. Perdemos quatro, dois no banco [de reservas] e dois dentro de campo. Eles perderam três no campo. Eles acabaram, dentro de campo, sendo mais prejudicados. A sequência da partida são as regras do jogo. Uillian Correia já tinha amarelo e não conseguiu segurar o Zé Rafael. O que aconteceu a partir daí não cabe a mim julgar”, finalizou. Pelo Bahia, os reservas Edson e Rodrigo Becão receberam o cartão vermelho. Depois Lucas Fonseca também foi posto para fora antes do recomeço. Pelo lado do Vitória, Kanu, Rahyner e Denílson foram para o chuveiro mais cedo com a confusão. Uillian Correia foi expulso após a bola ter voltado a rolar. Ainda não foi definido um vencedor da partida. O próximo jogo do Bahia será contra o Náutico na quinta-feira (22), às 21h15, pela terceira rodada do Grupo C da Copa do Nordeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *