Rui Costa é impedido de visitar Lula e assina carta coletiva

Barrados em frente à Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso desde o sábado (7), ao menos nove governadores assinaram carta coletiva de apoio a Lula.

As autoridades, que entraram na Justiça do Paraná com pedido para que fossem liberados a visitar o ex-presidente, tiveram de se contentar em realizar um ato contra a prisão determinada pelo juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Em seu despacho, a juíza federal substituta Carolina Moura Lebbos disse que não havia motivo para liberar as visitas. “Não há fundamento para a flexibilização do regime geral de visitas próprio à carceragem da Polícia Federal“, afirmou.

Os governadores da Bahia, Rui Costa, Tião Viana (do Acre), Renan Filho (de Alagoas), Camilo Santana (do Ceará), Flávio Dino (do Maranhão), Fernando Pimentel (de Minas Gerais), Ricardo Coutinho (da Paraíba), Paulo Câmara (de Pernambuco), Wellington Dias (do Piauí), Robinson Farias (do Rio Grande do Norte) e de Belivaldo Chagas (de Sergipe) assinaram uma carta escrita a próprio punho, enderaçada ao ex-presidente.

“Estivemos aqui e sempre estaremos firmes na luta. Infelizmente, a Lei de Execução Penal  não foi cumprida adequadamente e não pudemos abraça-lo pessoalmente. Mas, por nosso intermédio, milhões de brasileiros e brasileiras estão solidários e sendo sua voz por um Brasil mais justo, democrático, soberano e livre. Lula Livre! Forte e fraterno abraço”, diz a folha de papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *