Sedentarismo no inverno eleva riscos de doenças respiratórias e cardiovasculares

O sedentarismo no inverno aumenta os riscos de doenças respiratórias, pois a fragiliza a resistência do organismo, deixando-o vulnerável. Além disso, segundo a American Heart Association (Associação Americana do Coração), o inverno aumenta muito a incidência de doenças cardiovasculares.

Mesmo com o verão prevalecendo em Salvador, as manhãs de inverno na cidade costumam ter climas mais amenos, fazendo com que a população fique mais sedentária.

Além de evitar doenças e manter a saúde em dia, as atividades físicas no inverno também iniciam a busca para adquirir uma estética corporal atraente, conhecido como “Projeto Verão”. De acordo com o professor de educação física, Jorge Tadeu, coordenador técnico da rede Hammer Fitness Club, não é que durante o inverno a prática de atividades traga mais benefícios do que nas outras estações do ano, mas por se tratar de um período de maior gasto energético, já que o corpo  precisa de mais calorias para se aquecer (vem daí a vontade de comer alimentos mais calóricos). E se o gasto energético é maior, a prática regular de atividades físicas, associada a uma dieta equilibrada, torna o período ideal também para quem quer reduzir o percentual de gordura e consequentemente, perder peso.

No entanto, mesmo no frio, é indicado que se use roupas leves e confortáveis, cuide da hidratação, além de aquecer antes e alongar depois do treino. Como explica Tadeu. ““O aquecimento vai deixar o corpo mais bem preparado para a atividade em si, o alongamento vai prevenir lesões musculares e a hidratação garantir a reposição hídrica, pois mesmo no frio o corpo perde muito líquido”. *Bahia Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *