Uso de genérico para tratamento de hepatite C poderia gerar economia de R$ 1 bilhão

Uso de genérico para tratamento de hepatite C poderia gerar economia de R$ 1 bilhão

Foto: Getty Images

O uso de medicamento genérico para tratamento de hepatite C no Brasil poderia gerar uma economia de cerca de R$ 1 bilhão aos cofres púbicos. De acordo com informações da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF), o país tem capacidade para produzir o genérico do sofosbuvir, já analisado e registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, o início efetivo do fornecimento ao governo depende da conclusão de uma análise de pedido de patente a cargo do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi).

Segundo a Agência Brasil, o MSF aponta que, quando o sofosbuvir foi lançado no mercado, em 2013, o custo por tratamento chegou a US$ 147 mil. Atualmente, a entidade garante realizar tratamentos para hepatite C com genéricos ao custo de US$ 120. Dessa forma, seria possível uma economia de R$ 1 bilhão com a utilização de genérico nacional. O cálculo considera a oferta de tratamento para 50 mil pessoas via sistema público de saúde, conforme planejamento divulgado pelo Ministério da Saúde.

No mês passado, o MSF encaminhou ao Inpi uma carta pública sobre o uso de genéricos para o tratamento da hepatite C no Brasil. No documento, a organização humanitária pede uma análise rigorosa e ágil dos pedidos de patente em questão. Por meio de nota, o Inpi informou que o pedido de patente está sendo examinado e que, por este motivo, o órgão ainda não pode se posicionar sobre o assunto. Em abril, o instituto divulgou parecer técnico em que faz exigências ao depositante do pedido de patente, cobrando informações complementares. Entretanto, uma possível aprovação do pedido de patente do genérico segue sem previsão.

 

Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Saúde  informou que, desde 2015, foram investidos R$ 2,02 bilhões na compra de medicamentos para o tratamento da hepatite C e que a pasta está em processo de aquisição de 50 mil tratamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *