Vinícius comenta gol e brinca sobre comparação a Verón

Vinícius comenta gol e brinca sobre comparação a Verón: 'Torcedor é emoção'

O meio-campista Vinícius foi o nome da noite no jogo contra o Jacuipense na última quarta-feira (24), pelo Campeonato Baiano. Foi dele o primeiro gol do duelo. No lance, drible no goleiro Jordan e toque com frieza para o fundo da rede. Em entrevista coletiva nesta quinta (25), o atleta falou sobre o primeiro tento do Tricolor na temporada.

“Vi o goleiro saindo e aumentei a passada para chegar antes dele. Graças a Deus fui feliz, tirei ele da jogada. Por mais que seja começo do campeonato, a gente tem que dar algo a mais”, indicou.

Um dos mais criticados pela torcida, Vinícius ganhou o carinho do povo e não faltaram brincadeiras. Ele até foi comparado ao ex-craque argentino Verón, que brilhou pelo Estudiantes e pela sua seleção. Vinícius não segurou o riso ao falar sobre a galhofa.

“Torcedor é muita emoção. Se você vai bem comparam com Verón. Se não vai tão bem e o time perde você não é bom, não teria que estar no clube. Sei bem como é isso. Particularmente, de todas as equipes onde passei, a maior cobrança foi no Bahia. Esse ano tenho uma certa experiência e estou a cada dia que passa podendo evoluir para alegrar a torcida A gente brinca, eu também estava colocando fita no joelho e careca… O povo começou a brincar. Claro que não [tem semelhança], mas quem sabe um dia chego lá”, pontuou.

No momento de falar com seriedade, Vinícius citou o fato da cobrança ser enorme em cima do Tricolor. No próximo sábado (27), o desafio será contra o Fluminense de Feira, em Pituaçu.

“Cheguei no meio do ano passado e a gente e tem consciência que o Régis, que eu disputo posição, tinha feito um primeiro semestre bom. Queriam que eu tivesse no mesmo ritmo que ele. Fiquei seis meses sem jogar. Sei que existe essa pressão. O torcedor não quer saber o que se passa na casa, fora. Penso em dar o meu melhor. Futebol é resultado. Hoje, o clima é mais leve. Já tem jogo sábado e o pensamento está nele. Vai ser complicado porque o nível físico das outras equipes está um pouco acima”, explicou.

O Bahia é o sétimo colocado do estadual, com três pontos conquistados. *BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *